167 - O mundo está cada vez mais doente... E esse não é um texto sobre coronavírus!






Hoje a conversa por aqui é em tom de desabafo.
Já se foram mais de 50 dias em quarentena. Um vírus terrível. Mas isso vocês já sabem (ou deveriam saber).
Se tinha algo que me trazia algum tipo de esperança era que com o dinheiro escasso aliado ao tempo maior dentro de casa, as pessoas começariam aos poucos repensar seus hábitos de consumo.
E explico:
Dinheiro escasso é algo bem simples: faltou dinheiro, as pessoas tendem a gastar somente com o essencial.
Mais tempo em casa: as pessoas perceberiam quantas coisas tem em casa sem uso, muitas vezes repensariam sobre trocar eletroeletrônicos por outros mais modernos, já que conseguiriam realmente usufruir do que já tem.

Mas foi só liberarem o uso de máscaras e, pronto: as pessoas jogaram o consumismo todo nesse item. Sério, gente! Não é possível que tendo uma máscara que é lavável, você precise ter 10 máscaras. 
E é máscara de time, de personagem, estampada, de empresa... 

É o mundo capitalista sempre buscando uma forma de girar. 
Juro que não consigo me conformar.


Até breve,
Fran Scandolara

Nenhum comentário:

Postar um comentário