Série | The Sinner

Resultado de imagem para the sinner 2 

E finalmente saiu a segunda temporada de The Sinner! 
Pensa numa pessoa que assistiu todos os episódios de uma vez! Já fiz resenha da primeira temporada que você pode ver aqui e estava aguardando como seria a próxima, porque gostei muito da primeira e fiquei com medo de uma continuação estragar a série. 
Mas fui surpreendida!

Eles não fizeram uma continuação da história, apenas o detetive Ambrose continua na série e, vamos descobrindo um pouco mais sobre o seu passado. O caso da primeira temporada é mencionado algumas vezes durante a nova temporada.
A segunda temporada conta com oito episódios com cerca de 40 minutos cada.

Vamos conhecer o Julian, um menino de cerca de doze anos que assassinou os (supostos) pais durante a parada de uma viagem por envenenamento. Mas, assim como na primeira temporada, esse crime nos leva a conhecer muitos segredos, um tanto quanto obscuros, envolvendo uma espécie de seita religiosa. 

A série volta a nos trazer questionamentos morais. O que é pecado? Até onde podemos ser influenciados por fatores externos? As pessoas que conhecemos estão livres do nosso julgamento? 
Mais uma vez um roteiro incrível, que prendeu minha atenção do começo ao fim e, mais uma vez, levou o final da história para um lugar totalmente inesperado.

Recomendo muito que assistam às duas temporadas - é possível assistir a segunda sem necessariamente assistir à primeira, mas para conhecer melhor o detetive Ambrose e seus métodos, recomendo que assista às duas.

Já assistiu essa série? Tem alguma parecida para indicar?

Até breve,
Fran Scandolara

Aqui tem mais resenhas.

Filme | Sexy por acidente

Imagem relacionada 

Já faz um tempo que esse filme estreou no cinema. Lembro que queria assistir, mas por algum motivo acabei deixando passar e só assisti mesmo ontem.  

O filme "Sexy por acidente" traz, mais uma vez, aquele clichê real, de uma gordinha (que eu nem achei tão gordinha assim para ser bem sincera) que não aceita o seu corpo e como consequência tem a autoestima bem baixa.
 Um belo dia ela se inscreve numa academia (que gordinha nunca?) e ao fazer uma aula de spinning, acaba caindo e batendo a cabeça no chão. Quando acorda ela olha no espelho e se vê com o corpo e rosto que sempre desejou. Porém, nós espectadores e as outras pessoas do filme, continuamos a vendo como sempre foi, porém a mudança de atitude é completamente visível.

Como não há uma mudança efetiva de atriz, para pensarmos em qual seria o corpo ideal para a protagonista, acabamos então imaginando nela o que é o corpo ideal para nós mesmos.
A partir desse momento, vemos outra Renee: super motivada, confiante, com a certeza de que pode ser quem quiser e de que ninguém é barreira para ela. Percebemos como as modelos magras que convivem com ela no filme, começam a olhar de forma diferente, com um olhar de "quem você pensa que é?"
 Aos poucos ela vai conquistando um espaço que não tinha, é reconhecida profissionalmente, encontra um namorado, atrai olhares das pessoas, começa a se vestir melhor. 
E, então quando vai conquistando tudo, acaba se tornando uma pessoa arrogante. 

A "lição de moral" do filme vem no final, no momento em que ela percebe que o corpo dela não mudou e, que ela conseguiu fazer tudo o que queria a partir do momento em que se sentiu "perfeita".

É um filme legal, bom para dar algumas risadas, apesar de ser bastante previsível.
Apesar de já sabermos que confiar em nós mesmos é necessário, é o tipo de filme que faz com que a gente pare e pense sobre isso.
Em que momento da vida nos disseram que não podíamos fazer algo por conta da nossa aparência?
Em que momentos do seu dia você se sente sendo julgado pelas outras pessoas?
O que você faz para mudar?

É claro que temos coisas que gostaríamos de mudar em nós mesmos, e isso não é um problema, desde que faça isso para se sentir bem e não para se encaixar em um molde inalcançável.

E você? Já assistiu o filme? Gostou?

Até breve,
Fran Scandolara

Gosta de resenhas? Aqui tem mais!
Meu instagram

Economizando | Aplicativos que me ajudam no controle financeiro

Oi, gente!

Bom, não lembro se comentei por aqui que minha mãe fez uma cirurgia no mês passado... Pois bem, ela fez. E como ela não trabalha registrada e não pagava INSS estamos nos virando apenas com o meu salário em casa.

Para não passar sufoco tenho contado com a ajuda de alguns aplicativos no celular e resolvi compartilhar minha experiência com vocês.


Google Keep
GOOGLE KEEP
É um app da google que permite a criação e acesso de notas tanto no celular quanto na web e pode ser sincronizado com o google drive. Gosto de usá-lo para anotações de gastos no decorrer do dia, bem como para fazer um check-list do que ainda tenho para receber e para pagar.


Wise Cash
Resultado de imagem para wise cash app
Baixei esse app por ter a melhor avaliação dos usuários. Nele é possível registrar todos os ganhos e gastos. Possui um gráfico que facilita a visualização de onde o dinheiro tem sido gasto com maior frequência. Gosto dele, pois consigo ter uma visão melhor do mês atual e a projeção dos próximos meses, além de criar metas de quanto irei gastar em cada categoria.

  Além desses, existem outros apps muito conhecidos como o Guia Bolso, Organizze e Mobills. Recomendo baixar todos e testar qual atende melhor às suas necessidades. 

Até breve,
Fran Scandolara


Veja mais clicando aqui 
 Me siga no instagram

Favoritos do Youtube | Outubro 2.018

Oi, gente!
Mais um mês aqui para compartilhar com vocês os vídeos que ficaram entre os meus favoritos do Youtube.



Confira:

Elisa nos mostra um pequeno destralhe no se guarda-roupa com a mudança de estação.

A Fernanda e seu namorado (marido?) comprou uma van e equipou para ser sua nova casa. Nesse vídeo ela nos mostra como eles fazem para tomar banho.

Matheus contando uma história de quando ele era mais novo e só quis agradar a mãe kkk

Assistindo esse vídeo descobri que tenho vários medos bizarros que achei que só eu tinha. Ufa, não sou tão louca! kkkk

Apesar de ser um vídeo longo, acho muito importante, especialmente para pais de primeira viagem.

Nath nos mostra onde desperdiçamos vários produtos na nossa rotina, onde conseguimos economizar cinco mil reais só mudando alguns detalhes.

Bel resenha o livro Os fornos de Hitler. Impactante!

Será que eu amo os brasileiros? kkk

Whinderson conta a experiência assistindo a mais um filme de terror. Hilário kkk

Um vlog de Dora contando sobre os últimos acontecimentos da vida.

Para finalizar o período de eleições.

Até breve,
Fran Scandolara