Série | 13 reasons why - 2ª temporada

Já vou começar falando que amei a iniciativa (que deveria ter desde a primeira temporada) de colocarem logo no início o aviso de que a série trata de assuntos que podem desencadear gatilhos em algumas pessoas. Além disso, em todos os finais de episódio eles indicam entrar no site para caso de estar precisando de ajuda.



A segunda temporada dessa série que foi o maior sucesso no ano passado, estreou no dia 18 de maio no netflix. Lembro que quando assisti a primeira temporada fiquei super empolgada pela continuação, mas depois de um ano já não estava com tantas expectativas. Acredito que seja por isso que acabei gostando da segunda temporada, diferente de algumas pessoas das quais li resenhas.

A série vem com a batalha judicial entre os pais de Hannah e o Colégio Liberty. Nessa temporada podemos conhecer outros lados da história da personagem, mostrando que nem tudo é sempre como parece. Conhecemos relacionamentos que ela teve e que não foram mencionados nas fitas, ficamos sabendo que ela fumava maconha, entre outros detalhes da vida da adolescente.
O que leva os próprios personagens a pensarem se ela foi tão influenciada assim.

Além disso, podemos acompanhar o processo de "recuperação" de alguns personagens como a Jéssica (tentando seguir a vida depois do estupro), o Alex (vivendo com as sequelas da sua tentativa de suicídio) e o Justin (com uma vida problemática, viciado em heroína, depois de ter ciência que foi conivente com o estupro da Jéssica).

Gostei da construção do personagem do Tyler, que na primeira temporada já desconfiei que poderia ser um aluno "problema", que realiza massacres em colégios - algo que acontece com frequência nos Estados Unidos - e que nessa temporada tem uma participação maior.

Em geral, gostei da temporada. Não foi tão surpreendente quanto à primeira, mas ainda assim aborda assuntos importantes que realmente acontecem durante a adolescência e até mesmo na fase adulta.

Quem está assistindo ou pretende assistir à segunda temporada: cuidado com o último episódio. Tem uma cena com o Tyler que é brutal e de revirar o estômago (por volta do minuto 38). Fazem uns quatro dias que assisti e ainda não consigo tirar da minha mente. Pesada demais!

Até breve,
Fran Scandolara

Gosta desse tipo de conteúdo? Aqui tem mais!

Exposição | Castelo Rá Tim Bum

Ano passado quando rolou essa exposição em São Paulo eu já fiquei com muita vontade de ir, mas como estava sem dinheiro tempo acabei deixando passar. Então, imaginem minha alegria quando fiquei sabendo que ela viria pra tão pertinho de onde eu moro! 

Foi como voltar à infância. A exposição conta com peças originais e réplicas dos cenários, figurinos e personagens do programa.
Você consegue tirar foto com o porteiro, a Celeste, o Gato, entre outros personagens.














A exposição acontece no Shopping Iguatemi Campinas até o dia 10 de junho.
Pode ser visitada de terça a sexta das 13h às 21h (entrada da última turma às 20h), aos sábados das 10h às 22h (última turma às 21h) e aos domingos das 12h às 20h (entrada da última turma às 19h0.
 Ingressos à partir de R$ 10,00. Podem ser comprados pelo site.

Até breve,
Fran Scandolara

Veja mais resenhas aqui

Pensamentos | O que é sucesso?

Esses dias li um texto no blog Parece Óbvio (indico a leitura), no qual me deparei com a pergunta:
"Você se considera uma pessoa de sucesso? O que é sucesso para você?"



Difícil, né? Para mim é. Não tenho definido na minha mente o que é ser uma pessoa de sucesso.
Assim como a autora do blog mencionado, sempre relacionei muito a palavra sucesso com a minha vida financeira - e se fosse pensar por esse lado, eu sempre tive uma vida bem sem sucesso, nos últimos anos que estou começando a melhorar nesse sentido.
Sucesso na minha mente e na da minha família sempre foi muito atrelado em ter uma carreira profissional que rendesse um valor alto mensalmente onde pudéssemos realizar todas as nossas vontades, em especial, aquelas mais fúteis. Como dizem: ter uma vida boa.

E agora, enquanto escrevo esse texto, veio a minha cabeça como minha vida tem sido boa. Nesse processo de descobrimento, onde eu percebo o que realmente me faz feliz, a questão do TER ficou em segundo plano e tudo ficou mais leve.
Uma vida boa agora parece bastante uma expressão bastante relativa nesse momento... 
Tudo vai depender do que você está vivendo e do que você está procurando para sua vida. E é aqui onde descobrimos o que é sucesso para gente!

Respondendo às perguntas lá do começo, eu estou caminhando para o sucesso. 
Ter sucesso para mim, atualmente, é viver apenas com o necessário e ser grata por tudo o que tenho.

Ainda não vivo como gostaria, sei que sou apegada em muitos itens materiais, mas estou em processo de mudança.  Nunca esperei que acontecesse de um dia para o outro, mas a cada dia que passo me sinto mais perto do meu sucesso.



E para você? O que é sucesso? Você está chegando lá?

Até breve,
Fran Scandolara

Muitos pensamentos por aqui

Filme | Eu não sou um homem fácil



Alguns dias atrás comecei a perceber que vários criadores de conteúdo que eu sigo começaram a indicar o filme "Eu não sou um homem fácil". E como, a maioria das pessoas que eu sigo, são pessoas que gostam do mesmo estilo de conteúdo que eu, decidi tirar um tempinho para assistir. 
Eu não sou um homem fácil

Sinopse: Um machista inveterado prova de seu próprio veneno ao acordar em um mundo dominado por mulheres, onde entra em conflito com uma poderosa escritora.

Essa sinopse realmente é um belo resumo do filme. O filme tem como protagonista um machista - daqueles bem chatos mesmo - que depois de dar com a cabeça em um poste, acordar em uma realidade paralela onde prevalece o femismo (sim, porque o contrário de machismo NÃO É feminismo). 
E, é assim que começa uma história em que se o telespectador foi homem vai ter muita coisa para pensar. E, por mais incrível que pareça, se você for mulher, também vai refletir muito.

No filme, fica para o homem o papel de "criatura desprotegida, ingênua e vulnerável". São eles que cuidam da casa e dos filhos, enquanto as mulheres têm nas mãos o poder.

É um filme que faz tanto homens quanto mulheres refletirem. 
Se você for homem, vai refletir sobre atitudes que toma - ainda que de forma inconsciente - e que são bastante machistas e perceber que pequenas mudanças podem ser transformadoras.
Se você for mulher, vai perceber como somos repreendidas em situações que sequer percebemos de tão "acostumadas" que somos em sermos tratadas assim.

É um filme que aborda de forma leve um assunto importante, que cada dia mais vem sendo discutido (principalmente nas redes sociais). Ele dá a possibilidade de pessoas que apoiam a causa feminista falarem ainda mais sobre o assunto e atinge pessoas que não entendem muito bem a importância desse assunto ser discutido.

Vale a pena assistir (nextlix). 

Até breve,
Fran Scandolara

Clicando aqui você lê outras resenhas.

Inventário 2018 | O que tenho de maquiagem depois de quatro meses

Em janeiro comecei o inventário de alguns itens que possuo e entre eles estavam as maquiagens.
Me deparei com a seguinte cena: muitos tipos de produtos repetidos, só mudavam as marcas. Fiquei sem entender o motivo, mas agora consigo dizer o por quê disso tudo:

Muitos produtos eu comprei e não gostei
e simplesmente deixei parado na necessaire. 
  
Durante esses quatro meses eu, literalmente, me obriguei a usar todos os produtos até o fim - até esses que não gostei.
Como expliquei no primeiro post organizei cada categoria por data de validade (da mais próxima até a mais distante) e assim fui utilizando os produtos e conforme iam acabando utilizava o próximo. 

Hoje, quatro meses depois, consegui acabar com vários produtos e entender o motivo de não ter me adaptado bem com alguns produtos. Além disso, o fato de ter usado os produtos que eu não gostava até o fim COM CERTEZA vai me fazer lembrar de não comprá-los por engano numa próxima vez.

No outro inventário não coloquei fotos dos produtos, dessa vez achei mais interessante mostrar. Abaixo os itens por categoria e quantos eu tinha antes e quantos tenho agora. 


Bases e CC Creams: de nove para três

CC Cream Mary Kay: comprei em dezembro e é o que estou utilizando agora. Mas, não adianta, não consigo gostar dele. Comprei porque queria algo leve e com proteção solar, só que ele deixa minha pele MUITO oleosa. 

Base Maybellyne Super Stay: comprei já faz um bom tempo e tinha acabado parando de usar porque ela me deixa muito branca - desvantagens de comprar online.

Base Vult Efeito Matte: das três é a que mais gosto e a que tem me salvado quando vou sair e quero uma make mais caprichada.

Conclusão: quando as três bases acabarem vou continuar comprando da Vult e, talvez, voltar a usar o BB Cream da Quem Disse, Berenice, para o dia-a-dia.



Corretivos: continuo com a mesma quantidade.

Corretivo Mary Kay: um dos meus preferidos da vida. Gosto da textura e como compro o yellow a cor dele é perfeita para minhas olheiras.

Paleta de Corretivos Jasmyne: não gostei da textura, achei grudento, não espalha com facilidade. Além de que como vocês podem ver para mim só foram úteis dois tons da paleta.

Conclusão: ainda estou em dúvida se compro novamente uma opção da Mary Kay ou se tento apostar em uma marca que ainda não conheço, mas não compro mais paletas.



Pó Compacto: de dois para um

Pure Makeup Maybelline: é um pó legal, mas se formos pensar no preço, prefiro comprar o da Vult que sela melhor a minha pele.

Conclusão: assim que terminar vou voltar a comprar o pó da Vult ou da Dailus que são marcas mais baratas, mas que atendem ao que eu busco.









Blush: continuo com apenas um

Blush Dailus: gosto da cor, deixa com um ar de "acordei e sou saudável".

Conclusão: se tem um produto que acho que vai durar para o resto da minha vida é o blush. Uso uma quantidade muito pequena. Quando a validade desse acabar, pretendo não comprar outro e se comprar, procurar por uma opção com menos quantidade de produto.










Sombras: de três para uma 

Paleta Natural Ruby Rose: é bem completa para quem gosta de tons nudes. Tem opções opacas e cintilantes. Atende o que eu procuro.

Conclusão: quando essa acabar (o que é difícil) ou chegar no prazo de validade, quero comprar uma paleta da Vult com cinco cores.










Contorno: continuo com um.

Duo de Sobrancelhas Vult: como dá para ver na foto, eu derrubei e ele acabou quebrando, mas ainda consigo usar. Uso como contorno e para corrigir a sobrancelha.

Conclusão: quando acabar pretendo comprar outro igual e utilizar para essas duas funções.









 

Sobrancelhas: ficou sem função.

Quarteto para Sobrancelhas Dailus: gostava bastante dele para corrigir minha sobrancelha, mas como dá para ver na foto, não existem mais as sombras para essa função.

Conclusão: gosto muito desse produto, mas não vou comprar novamente porque é inútil para mim o gel e o iluminador. Acabo ficando com dois produtos parados.










Máscara de cílios: de duas para uma.
 
Máscara de cílios Maybelline The Falsies: gostei bastante dela no começo, mas nos últimos tempos não estou vendo diferença. 

Conclusão: gostei dessa máscara, mas estou com uma da Tango em vista que parece ser muito boa.


 Lápis e delineador: de quatro para dois

Delineador Mastergraphic Maybelline: simplesmente o melhor que já usei. A ponta dele é chanfrada, o que facilita muito na aplicação. Além disso, ele é bem pretinho, do jeito que eu gosto.

Lápis Hinode: eu gosto da cor, mas se você pensar em começar a lacrimejar ele já borra.

Conclusão: Com certeza comprarei o delineador novamente. Já o lápis, não é um produto que faço questão de ter, mas caso compre vou optar por um branco.


Pincéis: ainda continuo com a mesma quantidade, porém os que eu realmente uso são os da foto.

Pincéis Avon (1, 2 e 3 da foto): comprei faz muito tempo e gosto muito deles. 
Pincel QDB (4 da foto): uso para o blush. É muito macio.
Pincéis Macrilan (5, 6 e 7 da foto): gosto muito, especialmente dos para olhos.

Conclusão: no conjunto de pinceis da Macrilan, só gostei desses três, logo não tinha necessidade alguma de ter comprado um kit de pinceis, mas vivendo e aprendendo. A única reposição que preciso fazer em breve é o pincel de pó que já está bem surradinho.


Não tirei foto dos batons porque como minha mãe também usa, não tenho certeza de quantos ainda tenho mesmo e de quantos estão perdidos em bolsas por aí. Mas acredito que não tenha mudado muito desde a primeira vez. 

O inventário, sem dúvida, me ajudou mais a aprender sobre os meus gostos por maquiagem e a entender que muitas vezes o produto parece ser mais vantajoso quando comprada em uma paleta, só que você acaba não usufruindo de tudo o que comprou.

Nos próximos meses vou precisar comprar alguns itens que já estão acabando, daí faço um post contando para vocês o que comprei.

Até breve,
Fran Scandolara

Reeducação | Sobre os resultados da minha avaliação física

No dia 03 de maio de 2.018, também conhecido como quinta retrasada, eu fiz pela primeira vez uma avaliação física na academia. 
Já tinha pensado em fazer algumas vezes, mas sempre deixava para lá. Então surgiu a oportunidade.
 
Nossa personal propôs um desafio de três meses para o grupo de alunas que praticam as aulas de jump, local, step e boxe dance.

Nesse desafio quem tiver os melhores resultados terá como premiação um mês grátis de personal exclusivo com ela. E sabendo o quão boa profissional ela é, esse é um prêmio e tanto.

Somo um total de 22 mulheres e fomos todas colocadas em um grupo de whatsapp. A proposta do desafio é: quem tiver a maior perda de gordura e maior ganho de massa magra ganha.
As duas regras básicas são postar fotos das três principais refeições do dia e fazer exercícios físicos ao menos quatro vezes na semana.

Para começar o projeto todas nós fizemos a avaliação física e daqui três meses faremos novamente para saber quais são os resultados. 
A avaliação foi feita com o adipômetro e medindo sete pontos que eu não sei o nome técnico, mas vou tentar explicar: costas, tríceps, bíceps, "gordurinha" da axila, abdômen, coxa e panturrilha.
Além disso ela me pesou, viu minha altura e tirou a medida da minha cintura, abdômen e quadril.

Eu já estava preparada para resultados não tão bons, pois é visível no meu corpo o tanto de gordura que tenho, rs. Quanto ao peso, desde que voltei para a academia em março perdi 1,7kg. 

Para ficar registrado:



Minha principal observação sobre esse exame é que ele calculou exatamente o peso ideal com o qual eu me lembro de estar satisfeita: eu não era magra, mas não era tão gorda quanto agora. 
Porque se eu for calcular e levar em consideração o cálculo do IMC eu precisaria emagrecer mais 50kg.

Eu e a Poli (vulgo personal) combinamos que eu vou trabalhar com metas menores dentro dos três meses. A primeira dela é chegar aos 120kg até o dia 21/05. 

Não é impossível, mas vou ter que correr atrás.

Serão 18 dias para perder 2,350kg e dessa vez eu acredito que vou conseguir. Falei com ela e disse que não quero me sentir pressionada, pois acabo ficando frustrada e desistindo, então vou devagar atingindo metas menores. 

Vou compartilhando com vocês meus resultados e como estão sendo meus dias por aqui.

Quer ler mais conteúdos como esse? Aqui tem! 

Até breve,
Fran Scandolara 
 

Recebidos | Gorila Clube

Quem acompanha o blog sabe que de vez em quando posto alguns publis (sinalizados, claro).
Hoje quero compartilhar com vocês alguns itens que recebi da loja Gorila Clube. Nossa parceria é praticamente desde o começo do blog e amo quando recebo algo deles.

Não sou obrigada a fazer esse post mostrando o que eles me enviaram. Estou fazendo porque a equipe é muito atenciosa sempre comigo e os produtos são incríveis.
Todos eles vão estar com o link para compra, ok.




  1. Bandeja Retangular Galinha Co Co Melanina | 22cm x 15cm | R$ 19,90
  2. Forma de Gelo Patinho Amarelo | R$ 19,90
  3. Marcador de Página "Você está aqui" | R$ 19,90
  4. Marcador de Página Magnético Cachorro Cão e Gato | R$ 19,90
  5. Imã de Geladeira Disfarce Boca e Bigode | 4 unidades | R$ 19,90
  6. Aviso de Porta "Keep Calm and Me Deixe Dormir" | R$ 19,90
  7. Aviso de Porta Relax Netflix | R$ 19,90
  8. Aviso de Porta Claquete Luz, Câmera e Ação | R$ 19,90
  9. Porta Treco de Metal Cão Cachorro Bulldog Francês | R$ 19,90
  10. Almofada Explore Jornada | R$ 49,90
  11. Almofada Carpe Diem | R$ 39,90
  12. Almofada Enjoy the Ride | R$ 49,90
  13. Fronha "Girls Just Wanna Have Fun" - R$ 49,90
  14. Copo Plástico com Tampa Fun Malhado Colorido | R$ 19,90
  15. Caneca Fechada com Canudo Âncora Marinheiro Marinha | R$ 49,90
  16. Porta Copo Teclas GEEK | 4 peças | R$ 19,90
  17. Estojo Escolar Coruja Corujinhas Verde | R$ 35,90
Espero que tenham gostado!
Quer saber mais sobre as publis que eu fiz? Estão todas aqui!

Até breve,
Fran Scandolara

Minimalismo | Dicas para acertar nas compras de roupas e calçados

A principal diferença entre uma compra por impulso e uma compra consciente é que na segunda situação as compras são feitas por necessidade.

Resultado de imagem para arara minimalista

Quando compramos por necessidade já saímos de casa com características definidas para a peça. É uma peça que percebemos que está nos fazendo falta na rotina. Por exemplo, se sairmos para comprar uma sapatilha preta e só focamos a compra nessa categoria, dificilmente voltaremos para casa com um scarpin vermelho.

Para chegar até a decisão de comprar devemos fazer algumas perguntas simples:

Eu preciso mesmo disso?
Eu já tenho algo parecido?
Quanto eu vou usar essa peça?
Quantas combinações posso fazer com o que já tenho?

Depois que responder a essas perguntas chegou a hora de ir comprar. Se você já tem uma loja em que sabe que encontrará a peça, ótimo. 
Caso ainda não tenha, pense em lojas que tenham boas referências quanto à qualidade das peças.

Encontrando a peça preste atenção nos seguintes detalhes:
Essa peça é do seu tamanho? Parece bobagem, mas é muito comum comprar uma peça maior ou menor quando não tem o seu tamanho exato. O resultado é uma peça que não ficará confortável e você vai usar poucas vezes ou nenhuma.
Quais ajustes terei que fazer? As roupas são padronizadas, então é importante pensar nos ajustes necessários para que caia bem no seu corpo. Caimento é tudo!

Esse processo te ajudará a tomar uma decisão de compra mais consciente.
Lembrando que eu mencionei loja, porém sempre há a possibilidade comprar em bazares, brechós ou até mesmo mandar fazer a peça sob medida.

Quais são suas dicas para compra consciente?



Gosta de posts assim? Aqui tem muito mais!

Até breve,
Fran Scandolara
 

Favoritos do Youtube | Abril 2.018

Mais um mês chegou ao fim e consumi muito Youtube, chegou a hora de indicar alguns dos vídeos que mais gostei!

Resenha emocionante sobre o filme "Com amor, Simon". 

Amei as dicas que a Lu deu. Não tem a ver com tendências e sim com aspectos das roupas.

Vídeo que me inspirou inclusive a fazer um post. Reflexão sobre ser ou não minimalista com "tantas regras e rótulos" que colocam sobre nós.

Vídeo emocionante, poético, sobre a morte da vereadora Marielle Franco. Simplesmente tocante!

Vídeo muito completo contando sobre o massacre no colégio Columbine. Muito interessante, Bel arrasando sempre!

Mais um vídeo inspirado no filme "Com amor, Simon", agora do ponto de vista do Danilo - também conhecido com a drag Lorelay Fox.

A convidada Ray conta como o preconceito com a moda plus size já começa na faculdade de moda, onde a representatividade ainda é bastante pequena.

Junior (sim, o irmão da Sandy) conta como foi a infância com tanta exposição e como isso interfere atualmente através da internet.

As melhores interpretações musicais você encontra no canal da Jout Jout, sério! 

Adoro essa série de vídeos da Maíra, pois são perguntas que são tão sem noção que você já pode ter feito uma delas kkk

Descobri esse canal esse mês e nunca dei tanta risada assim. Vale a pena conferir esse e outros vídeos.

Sabe aquele momento que você sente vergonha alheia? Pois é, assiste esse vídeo!

O título parece contraditório, né? Mas a Fê Neute explica direitinho essa sensação.

Na semana do Fashion Revolution a Luiza nos trouxe esse vídeo contando como foi essa compra de uma das suas peças. 


Gosta de posts assim? Aqui você encontra mais!

Até breve,
Fran Scandolara