Das cartas que nunca pensei escrever...

Oi, gente!


Desde sempre gostei de escrever cartas. Quando mais nova não via a hora de chegar o aniversário dos meus amigos só para fazer "cartas-rolo" para eles como presente.
Agora, me vejo adulta e ainda escrevendo cartas para o meu namorado, rs.
Porque esse encanto por cartas? Penso que esse amor se dá pelo fato de que quem as recebe não pode responder no mesmo momento. A pessoa só tem duas alternativas:
  • Ler a carta toda e com ela ir engolindo suas respostas automáticas; ou
  • Simplesmente abandonar a leitura e talvez nunca saber o que ali estava escrito.
Em um mundo em que quase tudo é instantâneo, uma carta é uma pausa no tempo, na realidade.

Porque estou contando isso?

Semana passada me deparei com uma notícia no facebook e cliquei para saber mais. Trata-se de um projeto muito legal e que farei parte à partir desse mês! Um lar de idosos aqui da minha região, está reunindo voluntários que se comuniquem por cartas com os seus velhinhos.
Achei simplesmente incrível essa iniciativa. Compartilhar e receber notícias, conhecer histórias de quem tanto já viveu e já sabe... Não vejo a hora de receber minha primeira carta <3 

Minha sugestão com esse post é que vocês também procurem projetos assim na região de vocês e se caso ainda não existir, que tal tentar implementar? 

Uma carta, por mais simples que seja, carrega um enorme sentimento de carinho pelo outro. Tenho certeza que o resultado será recompensador.

Até breve,
Fran Scandolara
Você também pode gostar desses posts aqui
 

Queridinhas dos Seguidores

Desafio Pessoal: 14 peças, 14 dias

Projeto: Reeducando a Mente

Aparência x Felicidade - Qual a relação?